Dispenser de Camisinha
Dispenser de Camisinha      Foto: Divulgação

Por Rinaldo de Oliveira, da redação do SóNotíciaBoa.

Os atletas que vieram para as Olimpíadas do Rio de Janeiro podem reclamar das instalações mal acabadas dos prédios, mas não em relação política de conscientização contra doenças sexualmente transmissíveis.

Foram colocadas em todos os edifícios da Vila Olímpica e em pontos estratégicos, máquinas de distribuição gratuita de camisinhas com os dizeres: “Celebrem com camisinha”.

Pelo jeito os atletas vieram animados e toparam o desafio! Dos 350 mil preservativos colocados à disposição, quase 10% já foram retirados.

“Nos últimos 5 dias 30 mil preservativos foram retirados das 40 máquinas”, disse ao SóNotíciaBoa Higor Amaral, da Social Soluções, empresa que faz as máquinas que distribuem camisinhas.

Esta será a maior distribuição de camisinhas da história das Olimpíadas, 24 horas por dia, 7 dias por semana.

Elas estão distribuídas na Vila dos Atletas, no Centro de Mídia do Parque Olímpico e também na Casa Brasil, no Píer Mauá.
Conscientização

A máquina de distribuição de preservativos foi desenvolvida para ajudar nas estratégias de combate ao HIV/Aids e outras DSTs.

Para evitar constrangimentos, os atletas não precisam pedir camisinha a ninguém: basta que se aproximem das máquinas e retirarem a sua.

Os preservativos do Ministério da Saúde – em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro – são 100% brasileiros, produzidos no Acre com látex da Amazônia.

Da redação do SóNotíciaBoa

O conteúdo do SóNotíciaBoa é protegido. Você pode reproduzi-lo, desde que insira créditos COM O LINK para o conteúdo original e não faça uso comercial de nossa produção.

Link: http://www.sonoticiaboa.com.br/2016/07/27/maquinas-ja-deram-30-mil-camisinhas-de-graca-na-vila-olimpica/